Alfabeto Fonético Turismo facilita os serviços da área.

Alfabeto Fonético Turismo

Apesar de o alfabeto fonético ter sido criado, aperfeiçoado e muito usado pelas organizações militares, a sua recente popularização tem feito com que muitas pessoas o utilizem em suas mais diversas áreas de atuação. Um exemplo de ramo que está fazendo grande uso do alfabeto fonético é o turismo. Tanto que já é possível encontrar o alfabeto fonético turismo, mesmo sendo ele idêntico ao conhecido alfabeto fonético mundial.

O alfabeto fonético usado pelos turistas é encontrado em guias sobre o assunto e parece já ter conquistado o meio acadêmico, sendo ensinado como uma forma de comunicação imprescindível para que não ocorra, ou ao menos, diminuam as confusões que a língua portuguesa permite devido às suas ambiguidades.  Assim como os turistas, os profissionais das telecomunicações também são outros civis que têm visto nesta ferramenta a possibilidade de diminuir os erros no envio de mensagens entre transmissor e receptor.

Alfabeto de soletração no turismo

No caso do alfabeto fonético turismo, ele pode receber algumas pequenas mudanças, pois, como ele é baseado no alfabeto fonético mundial, onde suas palavras são em inglês, é comum que se “aportuguese” ou simplifique alguns dos termos utilizados. De qualquer forma, a sua lógica é a mesma, ou seja, cada palavra corresponde a uma letra do alfabeto, assim, na hora de transmitir uma informação, são usadas as palavras do alfabeto para passar a mensagem. O mesmo acontece com os números de zero a nove, que também recebem palavras para referenciá-los.

Alfabeto fonético turismo na prática

No caso do turismo, o alfabeto de soletração é bastante útil na identificação de localizadores, que também são chamados de RLOCs, ou seja, a sigla existente na reserva da passagem aérea pela companhia aérea. Essa ferramenta facilita, ainda, a vida do passageiro, ao permitir que ele encontre com mais rapidez a passagem pelo guichê da companhia aérea no aeroporto. Além disso, o alfabeto possibilita a realização de consultas on-line em vários sistemas de turismo.

Usos gerais do alfabeto radiotelefônico

O alfabeto fonético também é chamado de alfabeto de soletração ou radiotelefônico, uma vez que ele é, principalmente, utilizado nas transmissões realizadas por meio de rádio ou telefone. Nessas transmissões, a comunicação pode perder qualidade devido à interferências e ruídos, prejudicando o entendimento da informação.

Além das palavras serem uma forma de diminuir o erro durante a comunicação entre interlocutores, elas foram escolhidas “a dedo” para que não houvessem problemas no entendimento das próprias palavras do alfabeto. Isso acontece porque é comum em um idioma alguns dos seus verbetes se assemelharem, ou o som de determinadas letras soarem muito semelhantes.

Criação do alfabeto de soletração

Entre tantos alfabetos de soletração que existiram, o atual foi de responsabilidade da ICAO – Organização Internacional da Aviação Comercial –, também denominada como Organização da Aviação Civil Internacional. Essa organização, depois da Segunda Guerra Mundial, quando os militares se preocuparam em aperfeiçoar o seu alfabeto radiotelefônico para que vários grupos pudessem utilizá-lo, conseguiu chegar a um padrão que funcionasse na comunicação entre as organizações e os serviços militares. O seu uso ficou aberto também para facilitar as comunicações entre civis e empresas privadas.

Diferenças entre alfabeto fonético e de soletração

Apesar dos alfabetos de soletração ou radiotelefônicos também serem chamados de alfabetos fonéticos, essa denominação é errônea, sendo bastante comum encontrar este engano nas pesquisas pela Internet. O alfabeto fonético internacional diz respeito ao entendimento da pronúncia das palavras em qualquer idioma.

Esse alfabeto teve o seu surgimento em 1886, quando um grupo de linguistas e professores da Inglaterra e da França começou um movimento que depois se consolidou na Associação Fonética Internacional. O seu objetivo foi e ainda é manter um sistema de letras que possibilite a qualquer pessoa falar uma palavra, independente do seu idioma, por meio do conhecimento do som desses símbolos.

O alfabeto fonético é encontrado nos dicionários de língua estrangeira, logo após as palavras e ficam entre colchetes. No início do dicionário, costuma haver um índice com a legenda para cada letra ou símbolo. Isso permite que qualquer pessoa saiba como utilizá-lo. Por mais que não tenha muita semelhança com o alfabeto de soletração, é outra ferramenta que busca facilitar a comunicação entre as pessoas, inclusive, de línguas diferentes.

Alfabeto Fonético